Buscar

Do 'jogo bonito' de Ary Borges


Comemorando sua estreia como goleador na Copa América. Canto de vitória contra a VEN. Crédito: Copa América
Sonhar com brasil Crédito: @_aryborges

"Nossa maior virtude é nossa alegria em campo. Estas palavras descrevem a essência do futebol feminino no Brasil. Eles emolduram as emoções do 'jogo bonito' de Ary Borges, a nova jóia da coroa.


Aos 22 anos, ela está trabalhando para conquistar o mundo do futebol. Ele acaba de jogar sua primeira Copa América com sua seleção e a Copa do Mundo é um de seus objetivos.


Na cidade de São Luís, no nordeste do Brasil, a história de Ary começou no campo ao lado de sua família. Com primos e amigos, ela começou a dar seus primeiros passos no futebol. Seu pai foi quem a inspirou e a motivou a seguir um caminho que se veste com tons de verde-amarelos.




Jogo bonito



En acción ante Venezuela. Disputa el balón con Deyna Castellanos. Crédito: Copa América
Em ação contra a Venezuela. Discute a bola com Deyna Castellanos. Crédito: Copa América

Ele lida com ambos os perfis, potência na distância média e definição. Estas qualidades denotam a marca de Ary no campo de jogo. Elas foram as virtudes que a destacaram em seu clube Palmeiras e são as que chamaram a atenção de Pia, a treinadora do Brasil. Ela viu no número 17 o meio-campista do Auriverde. A experiência da equipe nacional permitiu que ela realizasse sonhos, como "quando joguei ao lado de Marta pela primeira vez, e ainda é um sonho". Quando você pensa na seleção brasileira, você pensa em Marta. Ela é uma pessoa magnífica, um jogador magnífico. Estou muito feliz em poder compartilhar o tribunal com ela e passar tempo com ela. É uma honra tremenda", disse o meio-campista à FIFA.



Ao entrar em campo com os onze titulares e dividir o campo com o histórico No10 do mundo, ela escreveu um capítulo dourado com a equipe nacional sênior. Contra a Finlândia, ela escreveu o primeiro da história.


As memórias de Ary Borges também incluem uma estreia como goleador contra a Índia em 2021. Na despedida da lenda Formiga, que jogou 7 Copas do Mundo por seu país, ele marcou um gol de cintura. A Arena da Amazônia testemunhou a renovação geracional do futebol brasileiro.

 

A marca Ary


Dezesseis e contando. Esse é o número recorde de partidas que ela acumulou com sua equipe nacional.


A alegria em campo tem sido fundamental em sua adaptação ao sistema da Pia e na sinergia com seus companheiros de equipe.


O objetivo contra a Venezuela na Copa América foi um reflexo disso:


O contra-ataque de Canarihna. Os 10 vêem os espaços. Ary se liberta e recebe a bola pela esquerda, prende-a ao pé direito e na borda dos 18, coloca a bola no canto do gol sul do Estádio Centenário, na Armênia.


O jogo refletiu "a alegria em campo", como disse o meia-atacante ao La 10co, e foi o jogo que mostrou ao mundo a essência do "jogo bonito" de Ary Borges.